Benoît Peeters fala sobre quadrinhos na Arena Jovem

abril 28, 2009 at 3:00 am 4 comentários

Aos 44 minutos do segundo tempo, no finalzinho do último dia da Bienal do Livro – Bahia (26 de abril), os quadrinhos tomaram conta do evento. Na Arena Jovem – área montada para receber o público jovem da bienal – foi discutido o tema “a explosão dos quadrinhos”.

Na mesa redonda, participaram artistas baianos como Cedraz (desenhista criador da Turma do Xaxado), Rezende (Cartunista e ilustrador do cenário underground), Flávio Luiz (Desenhista e ilustrador publicitário, criador de Aú, o Capoeirista) e o francês Benoît Peeters, escritor, roteirista e pesquisador de quadrinhos.

Para quem não conhece, Benoît Peeters diplomou-se pela “Ecole Pratique des Hautes Etudes” sob a orientação de Roland Barthes. Após publicar diversos romances, experimentou diversos gêneros como: contos ilustrados, fotonovelas, cinema, novelas de rádio e histórias em quadrinhos.

peeters_pm

Benoît é especialista nos quadrinhos de Hergé (criador da célebre HQ “Tintin”) e publicou duas obras que marcaram uma época: Le monde d’Hergé Les bijoux ravis. Ele foi também o responsável por L’oeuvre intégrale d’Hergé e dirige para a Editora Casterman, a coleção Bibliothèque de Moulinsart.

Já colaborou igualmente com outros desenhistas como: Patrick Deubelbeiss (“Le Transpatagonien”), Alain Goffin (“Plagiat!”, “Le Théorème de Morcom”), Anne Baltus (“Dolorès”) e Frédéric Boilet (“Love Hotel”) assim como com o cineasta Raoul Ruiz (“La Chouette aveugle”). Com a fotógrafa Marie-Françoise Plissart, publicou várias fotonovelas de um gênero novo: “Fugues”, “Droit de regards”, “Prague”, “Le mauvais oeil” e “Aujourd’hui”.

Abaixo, segue um trecho do debate em que Benoît Peeters fala sobre o seu início de carreira, a relação entre desenhista e roteirista e como ele encara o universo dos quadrinhos:

Anúncios

Entry filed under: Vídeos. Tags: , , , , , , , , , , .

Ella Fitzgerald – A primeira-dama do Jazz Sobre texto e imagem nos quadrinhos

4 Comentários Add your own

  • 1. Groo Veiga  |  abril 28, 2009 às 3:27 am

    Bem, obrigado por disponibilizar o vídeo com esta amostra da Mesa Redonda com Peeters, Cedraz e outros artistas. Infelizmente perdi esta parte do evento e fiquei realmente muito sentido por isso. Mas valeu o papo que tive com o Cedraz.

    abs!

    Responder
  • 2. Renata  |  abril 28, 2009 às 3:28 am

    Fechando a Bienal com grande estilo! antes tarde do que nunca, né?

    Agora deu até vontade de ter ido ver essas palestras…

    =/

    Responder
  • 3. Mafia171  |  abril 28, 2009 às 12:12 pm

    queria ter ido, otima palestra

    Responder
  • 4. Marko Ajdaric  |  maio 3, 2009 às 3:23 pm

    UHU< Bahia não é “Sampaulu” não!
    São Paulo não enche uma sala para ver Eduardo Risso….

    que bom que ele foi pra Bahia, terra de gente cabeça!

    Obrigado pelo post

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Posts recentes

Arquivos

Visitas

  • 72,671 hits

Flickr - Marcel Ayres

qrcode
BlogsBA

%d blogueiros gostam disto: